Início Destaque Contratos inspecionados já correspondem a 92% dos recursos gastos para o combate...

Contratos inspecionados já correspondem a 92% dos recursos gastos para o combate à Covid-19

Contratos são inspecionados para maior transparência.Foto divulgação.

Segundo informações divulgadas pelo Governo do Estado, as ações de controle realizadas por auditores do Estado nos processos de compras emergenciais para o enfrentamento ao novo Coronavírus (Covid-19) foram apresentadas aos membros do Conselho de Transparência Pública e Combate à Corrupção, em reunião por videoconferência realizada na tarde deste último dia (04/06).

A Secretaria de Controle e Transparência (Secont) está analisando em tempo real os processos de aquisição de produtos e serviços, em um trabalho preventivo que tem o objetivo de assegurar a aplicação das boas práticas em compras públicas sem afetar a celeridade exigida nas contratações durante o período de pandemia.

De acordo com o coordenador de Contratos e Convênios da Secont, Artur Marques, a equipe formada especialmente para esse trabalho já finalizou a inspeção de 27 processos de compra, e outros 18 estão em análise. O total de recursos inspecionados é de R$ 146.243.270,05, o que corresponde a 92% do volume de recursos dispendidos até o momento pelo Estado.

Durante as inspeções os auditores avaliam se a contratação foi firmada por agente público competente; se a especificação do objeto foi adequada; se a compra ou contratação tem o objetivo de combate à Covid-19; se a justificativa para a quantidade adquirida é adequada; se houve pesquisa de preços e se os valores dispendidos estão dentro dos parâmetros aceitáveis, entre outros critérios.

O secretário de Estado de Controle e Transparência, Edmar Camata, ressalta que, no País, apenas o Espírito Santo e o Distrito Federal prestam contas sobre as compras emergenciais realizadas para o combate ao novo Coronavírus a conselhos que contam com a participação da sociedade civil e de órgãos de controle externo. “A ONG Transparência Internacional Brasil recomenda essa prática, que, no Estado, já é rotina”, destaca Edmar Camata.

O secretário de Estado observa que esse foi um dos diferenciais que fez o Estado alcançar o 1º lugar no Ranking de Transparência em Contratações Emergenciais, divulgado pela ONG no último dia 21 de maio.  O Espírito Santo recebeu a pontuação de 97,4, com a classificação “ótimo”.

O Conselho de Transparência Pública e Combate à Corrupção do Estado tem por finalidade sugerir e debater estratégias de combate à corrupção e à impunidade e formas de incrementar a transparência na gestão pública. O grupo é composto por representantes do poder público e da sociedade civil organizada. O colegiado é presidido pelo secretário de Estado de Controle e Transparência, Edmar Camata, e a secretaria-executiva é exercida pela subsecretária de Estado da Transparência, Mirian Porto do Sacramento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS LIDAS

Interior de Guarapari de cara nova, obras mudarão a vida do homem do campo

 Manoel Alves A Prefeitura de Guarapari vem realizando uma série de obras que irá mudar para sempre o interior...

Corrida de Rua Ideally Guarapari com mais de 150 inscritos já no lançamento

Rosimara Marinho  Foi dada a largada para a Corrida de Rua Ideally Guarapari que vai acontecer no dia 14...

A importância da construção civil para Guarapari

Entrevista com Rodolfo Mai Rosimara Marinho A indústria da construção civil estima um forte aquecimento no...

Eco101 promove ações educativas na Semana Nacional de Trânsito

Com o tema“No trânsito, sua responsabilidade salva vidas” as ações visam conscientizar condutores, ciclistas e pedestres, por um trânsito mais seguro

Balneário de Castelhanos de cara nova

Obras estão na reta final  Segundo as últimas informações divulgadas pela Prefeitura de Anchieta, através de sua Gerência de...